PUBLICIDADE
Topo

Roberto Sadovski

Adeus Ano Velho, Feliz Ano Novo...

Roberto Sadovski

31/12/2013 22h04

Último dia do ano, último post do ano. 2013 terminou, muitos filmes dessa safra devem invadir os cinemas até o Oscar (preciso somar um monte à lista dos "vistos"), e muita coisa boa (espero!) vai estrear até a gente fazer uma retrospectiva 2014. Sim, porque Nerdovski de fim de ano (o vídeo você vai encontrar lá no fim deste post) foi justamente para olhar para trás. Mas eu estou a fim de olhar para a frente. Então separei 25 filmes entre as centenas que chegam aos cinemas em 2014 e que eu quero dar uma espiada mais cuidadosa. No fim do ano a gente vê o que deu certo ou não. Certinho? Certinho. Então estoure a champanhe e prepare-se para mais um ano de cinema, entretenimento e cultura pop. Cheers!

25. Os Mercenários 3

A ação geriátrica encabeçada por Sylvester Stallone ganha em sua terceira parte um novo diretor (Patrick Hughes) e vários reforços, dos esperados (Wesley Snipes, chapa de Sly em O Demolidor) aos estranhos (Antonio Banderas), passando pelos surpreendentes (Harrison Ford??!!) ao vilão que promete roubar a cena: Mel Gibson, fundador da equipe ao lado de Barney Ross (Sly) e dado como morto pelo próprio Ross. E o assobio de A Ponte do Rio Kwai no teaser? Ah, Sly, você ainda é o cara…

24. Transformers: A Era da Extinção

Transformers-Age-of-Extinction-Mark-Wahlberg-Nicola-Peltz-Jack-Reynor

Michael Bay disse não, mas a Paramount deve ter aberto a carteira e dado carta branca ao diretor para ele conduzir a quarta aventura dos robôs gigantes. A melhor notícia? Nada de Shia LaBeouf. Agora a ação "humana" é concentrada em Mark Wahlberg, que lidera um elenco de Autobots repaginados, Decepticons com sangue nos olhos e Dinobots que, na pior das hipóteses, servem como preview para Jurassic World

23. No Limite do Amanhã

Agora que Tom Cruise tomou gosto pela ficção científica (depois do interessante Oblivion), é bacana ver para onde ele leva essa nova paixão. "O gênero é a nova fronteira, assim como foi o western um dia", confidenciou Cruise a mim em sua última passagem pelo Brasil. Sob direção de Doug Liman (A Identidade Bourne), ele é um sujeito arremessado em uma guerra contra alienígenas que morre todos os dias – e retorna cada vez mais experiente para repelir o invasor. É tipo O Feitiço do Tempo com Aliens.

22. Big Hero 6

BIG HERO 6

A Disney agarrou uma série obscura da Marvel para fazer a primeira animação que traz o selo do estúdio e da editora. Big Hero 6 é, ao mesmo tempo, uma homenagem à animação japonesa, com monstros gigantes e super ciência de ponta, aliada à sensibilidade e ao humor dos desenhos da casa do Mickey. Eu falei sobre Big Hero 6 aqui, e repito que pode ser o começo de uma parceria incrível. Quarteto Futuro, por exemplo, rende um desenho Disney mais bacana que qualquer filme com molecada "de verdade".

21. The Raid 2

O primeiro The Raid chegou por aqui com o título bizarro Operação Invasão. É. Por traz dessa tradução esquisita está uma aventura de artes marciais espetacular, um filme incrível derivado de um conceito simples: em um prédio dominado por criminosos, o que um policial solitário pode fazer? A continuação multiplica a ideia e o trailer dá uma pista do que está por vir: um sério candidato a melhor filme de ação de 2014.

20. Fury

fury-brad-pitt

Depois de combater zumbis em Guerra Mundial Z, Brad Pitt volta à Segunda Guerra Mundial em uma trama no crepúsculo do conflito. Ele é o comandante de um tanque que, ao lado de cinco soldados, cumpre uma última missão numa Alemanha nazista caindo aos pedaços. O diretor David Ayer escreveu Dia de Treinamento antes de assumir os bons Os Reis da Rua e Marcados Para Morrer.

19. Only Lovers Left Alive

_DON6610.nef

O filme esquisito favorito em vários festivais de cinema em 2013 traz Tom Hiddleston e Tilda Swinton como um casal de vampiros e seu amor que se estende por séculos. Eu já achava que Tilda era mesmo vampira, mas colocar Loki na mistura é jogada de mestre do diretor Jim Jamursh. O ótimo elenco é completado por Mia Wasikowska, John Hurt, Anton Yelchin e Jeffrey Wright.

18. O Destino de Jupiter

Depois do iregular A Viagem, os Wachowski embarcam em outra ficção científica hardcore. No grande esquema do universo, a Terra está no fundo do poço da escala evolucionária, mas é aqui que nasce uma escolhida (Mila Kunis) capaz de desequilibrar o reinado dos regentes da galáxia. Para protegê-la surge Channing Tatum como um caçador militar mutante. Sério: caçador militar mutante. Matrix é de 1999, já está na hora dos Wachowski darem a volta por cima!

17. Godzilla

godzilla2014-movie-news-trailer-images

Esqueça a tragédia que foi a versão ianque do monstrão nipônico perpetrada por Roland Emmerich em 1997. Sob o comando de Gareth Edwards (do incrível Monster), Godzilla chega em toda sua glória para destruir cidades e unir humanos (Aaron Taylor-Johnson, Bryan Cranston, Elizabeth Olsen) que tentam deter sua fúria atômica – o trailer ficou, para dizer o mínimo, espetacular!

16. The Grand Budapest Hotel

Wes Anderson parece repetir o mesmo filme sem parar. O que é ótimo, já que o resultado são pérolas como Três É Demais, Os Excêntricos Tenenbaums, O Fantástico Sr. Raposo e Moonrise Kingdom. Este Hotel Budapeste traz os mesmos tiques, a mesma trupe (com adições bacanas como Ralph Fiennes) e o mesmo entusiasmo. Anderson é o Ramones do cinema indie-fofo. E nem é para mudar!

15. Transcendence

Wally Pfister, fotógrafo de Christopher Nolan, estreia como diretor nesta ficção científica encabeçada por Johnny Depp. Ele é o cientista que defende a evolução do homem via inteligência artificial. Depois de sofrer um atentado por radicais que repudiam a tecnologia, Depp tem sua mente transferida para o mundo virtual – a evolução do homem ou nosso fim? Rebecca Hall, Morgan Freeman e Cillian Murphy engrossam o elenco.

14. Planeta dos Macacos: O Confronto

Depois do espetacular Planeta dos Macacos: A Origem, a saga dos símios inteligentes liderados por César chega ao ponto em que o destino da humanidade está em jogo. Será que o homem vai encarar sua extinção de braços cruzados ou a resistência (Jason Clarke e Gary Oldman entre eles) conterá o avanço dos novos donos do planeta? Matt Reeves (Cloverfield) dirige.

13. O Hobbit: Lá e De Volta Outra Vez

The Hobbit: An Unexpected Journey

O segundo filme da segunda trilogia (!) em que Peter Jackson mergulha na Terra Média de Tolkien foi um triunfo – e terminou com o melhor gancho de todos os filmes. A conclusão do confronto de Bilbo Baggins e a companhia dos anões contra o dragão Smaug será parte de um épico de fantasia que se amarra com O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel. Eu vejo o futuro: uma maratona com os seis filmes em 30 horas de magia!

12. Exodus

ExodusChristianBaleheadlinecropLS20thCenturyFox

No ano da volta dos épicos bíblicos, o mestre Ridley Scott reconta a saga de Moisés (Christian Bale) ao conduzir seu povo até a terra prometida, fugindo da fúria de Ramsés (Joel Edgerton) e abraçando seu destino divino. Os Dez Mandamentos, de 1956, ainda é a versão mais sensacional da história, mas eu conto com Scott para abrir o Mar Vermelho de maneira igualmente espetacular.

11. Caçadores de Obras-Primas

Adiado para este ano, o quinto filme de George Clooney como diretor o coloca (também na frente das câmeras) como líder de um pelotão que, na Segunda Guerra Mundial, levou curadores e historiadores ao campo de batalha para resgatar e salvar obras de arte roubadas pelos nazistas. Matt Damon, Cate Blanchett e Bill Murray também entram nesta guerra.

10. Como Treinar Seu Dragão 2

A animação mais espetacular dos últimos anos ganha uma continuação que parece ser puro deleite. Cinco anos depois de Soluço e seu dragão, Banguela, selar a paz entre as espécies, um mistério do passado ameaça essa convivência. A descoberta de uma nova espécie de dragões numa caverna de gelo – e uma figura misteriosa que parece saber mais sobre os heróis do que eles mesmos – é a chave para mais uma aventura.

9. Capitão América: O Soldado Invernal

captain-america-the-winter-soldier

Você não faz com que Robert Redford saia de casa por qualquer cheque, não importa o quanto ele seja gordo. Mas o astro não hesitou em se unir ao elenco de O Soldado Invernal. Dois anos depois dos eventos de Os Vingadores, Steve Rogers (Chris Evans) ainda tenta se adaptar ao presente e, aos poucos, descobre que o mundo não é preto e branco como ele imagina (Redford = área cinzenta). Para complicar, seu passado lhe bate à porta na forma do vilão que dá título ao filme (e, se você nunca leu os quadrinhos, prepare-se para uma surpresa que nem o trailer entrega). Scarlett Johansson, Samuel L. Jackson e Anthony Mackie também dão as caras.

8. Inherent Vice

paulthomasanderson_joaquinphoenix

Paul Thomas Anderson é um dos melhores diretores do cinema atual. Fato. Nem suas escorregadas pomposas (Embriagado de Amor, O Mestre) diminuem sua força como realizador, explícita em obras primas como Boogie Nights, Magnolia e o espetacular Sangue Negro. Inherent Vice é outro tipo de animal, um mistério noir (adaptado da obra de Thomas Pynchon) que coloca Joaquin Phoenix como um detetive viciado em drogas que investiga o desaparecimento de uma ex-namorada.

7. Noé

NOAH

O mais bacana dos épicos bíblicos do século 21 é que todo o blablablá religioso dá espaço a homens conflituosos, divididos entre sua fé e um mundo real que pode encarar sua missão como obsessão. Darren Aronofsky encara Noé dessa forma. Russell Crowe recebe o chamado divino para salvar a vida na Terra da fúria de Deus, mas tem de encarar homens mergulhados em sangue e violência para tal. Visualmente brilhante, desde já gerando polêmica entre diretor e estúdio, Noé pode se tornar um marco.

6. O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro

the-amazing-spider-man-2-andrew-garfield-jamie-foxx

Parece que o diretor Marc Webb aprendeu com os erros de seu reboot cinematográfico do Homem-Aranha, lançado em 2012. Para a continuação da história de Peter Parker (Andrew Garfield), dos segredos de seus pais e da ameaça que surge aos poucos na misteriosa Oscorp, Webb acertou o traje do herói, escolheu um vilão bacana (Electro, interpretado por Jamie Foxx) e promete ampliar o universo cinematográfico do Aranha de forma moderada e sem pressa: mais dois filmes estão agendados para 2016 e 2018.

5. Guardiões da Galáxia

9w3n4pL

O mais bacana da Marvel como estúdio é sua ousadia em não ter medo de errar. Afinal, quem diria que os obscuros Guardiões da Galáxia não só seriam adaptados para o cinema, mas também seriam parte vital para o universo cinematográfico construído aos poucos pelo estúdio/editora? Bom, Kevin Feige sabia, já que em 2005, antes mesmo de começar a rodar o marco zero da empreitada, Homem de Ferro, ele me dizia em um de nossos muitos bate-papos que os Guardiões eram "o Star Wars da Marvel". Que mereciam um filme. Na época eu ri com o estusiasmo de Feige. Hoje, mordo a língua.

4. X-Men: Dias de Um Futuro Esquecido

A volta de Bryan Singer para o mundo dos mutantes no cinema é também a emenda entre os primeiros filmes do herói no cinema e a nova/antiga geração apresentada em Primeira Classe. Em comum, Wolverine (Hugh Jackman), que tem sua mente projetada de um futuro apocalíptico para um passado em que Magneto (Michael Fassbender) ganha força, Xavier (James McAvoy) encara uma crise de fé e o mundo precisa, mais do que nunca, de esperança. Ah, e tem sentinelas! Você ainda não sabe o que é um sentinela no universo dos X-Men? Prepare-se para uma surpresa…

3. RoboCop

New-Robocop-2014-Movie-Wallpaper

A versão do novo século para o filme clássico de 1987 é animadora. O motivo é simples: José Padilha (Tropa de Elite) não parece ter a mínima vontade em regurgitar o passado. Seu RoboCop usa os mesmos conceitos da aventura de Paul Verhoeven mas injeta uma nova sensibilidade, traduzida em saltos tecnológicos, uma visão nova e o próprio estado das coisas. A pergunta que ele levanta é: depois de transformado em produto, um homem ainda é um homem? O que queremos de nosso futuro? As respostas, ao menos no cinema, estão chegando.

2. Gone Girl

G

David Fincher não faz filmes ruins. E David Fincher não gosta de se repetir. De Seven a Os Homens Que Não Amavam as Mulheres, passando por Clube da Luta, A Rede Social e O Curioso Caso de Benjamin Button, o diretor injeta tanto estilo e tanta substância em sua obra que até tramas banais como a de Quarto do Pânico se tornam filmes singulares. Gone Girl traz Ben Affleck como o sujeito implicado no desaparecimento de sua esposa no aniversário de seu casamento. Um thiller banal? Nas mãos de Fincher, é certo que será algo inesperado e espetacular.

1. Interestelar

Buracos negros. Dobras espaciais. Uma nova corrida espacial, interdimensional, que quebra a barreira do tempo. Christopher Nolan não é um sujeito que conhece limites. Assim como Alfonso Cuarón em Gravidade, o responsável pela trilogia O Cavaleiro das Trevas está disposto a descobrir até onde ele pode experimentar com a arte cinematográfica, até que ponto a evolução da tecnologia é necessária para contar uma história. O teaser de Interestelar não entrega absolutamente nada, deixando um véu de mistério sobre uma trama que explora o pioneirismo e a sede de explorar novas fronteiras que o homem parece ter deixado para trás. Do lado de cá, Nolan faz sua parte. O resultado, que veremos em pouco menos de um ano, pode ser um salto.

E é isso! Feliz 2014 para todos nós, o blog retorna semana que vem com muitas novidades a tiracolo. Cheers!

Sobre o autor

Roberto Sadovski é jornalista e crítico de cinema. Por mais de uma década, comandou a revista sobre cinema "SET". Colaborou com a revista inglesa "Empire", além das nacionais "Playboy", "GQ", "Monet", "VIP", "BillBoard", "Lola" e "Contigo". Também dirigiu a redação da revista "Sexy" e escreveu o eBook "Cem Filmes Para Ver e Rever... Sempre".

Sobre o blog

Cinema, entretenimento, cultura pop e bom humor dão o tom deste blog, que traz lançamentos, entrevistas e notícias sob um ponto de vista muito particular.