Blog do Sadovski

O novo Batman ganha um diretor que pode colocar o universo DC no cinema nos eixos

Roberto Sadovski

11/02/2017 01h06

original

Matt Reeves, diretor de Cloverfield – Monstro, do remake Deixe-me Entrar e de Planeta dos Macacos: O Confronto, será o diretor de The Batman, próximo filme-solo do Homem-Morcego. Ben Affleck continua à bordo no papel do herói, assinando também o roteiro. O filme ainda não tem uma data de lançamento, mas a expectativa é que agora as engrenagens passem a fluir com mais velocidade e precisão as informações são da Variety. O filme estava num gigantesco ponto de interrogação (nada a ver com o Charada) desde que Affleck desistiu de dirigir a aventura, culminando meses de caos nos bastidores, boatos sobre a qualidade do roteiro e incerteza geral acerca do futuro da DC no cinema. Com Reeves à bordo, The Batman ao menos tem um diretor sólido, eficiente e de qualidade – predicados que, a essa altura do campeonato, chegam como um alento para fãs dos heróis no cinema.

Matt Reeves já havia surgido como um dos favoritos para ocupar a posição, dias depois da saída de Affleck. Não é um grande nome (como Tim Burton ou Christopher Nolan, só para ficar em exemplos que já comandaram filmes do Cavaleiro das Trevas antes) e conhece bem o jogo dos grandes estúdios. O principal: já apagou um incêndio antes, quando o diretor Rupert Wyatt abandonou o reboot da série Planeta dos Macacos depois de um primeiro filme bem sucedido lançado em 2011, Reeves entrou em campo para a continuação, o superior O Confronto. Ele está agora finalizando Planeta dos Macacos: A Guerra, que chega aos cinemas em julho. Ter um diretor estilo sargento no projeto significa que Affleck e o estúdio não terão de lidar com alguém trazendo uma “visão” distinta e complexa. O que, depois da confusão e da total falta de foco demonstrada pelos executivos no Universo Estendido DC, é uma ótima notícia.

matt-reeves-let-me-in

Matt Reeves no set de Deixe-me Entrar

O roteiro de The Batman, até então objeto de especulacão profunda e boatos negativos, parece emergir triunfante no fim das contas. Justin Kroll, colunista da Variety que tem acompanhado as movimentações de The Batman de perto – e foi o primeiro a falar sobre a saída de Affleck –, revelou recentemente que o roteiro do filme já está nas mãos dos executivos da Warner, que estão satisfeitos com a nova aventura. O texto é assinado por Geoff Johns, roteirista da DC que também terá crédito escrevendo Mulher-Maravilha, e do próprio Affleck. Um dos motivos alegados para o ator se afastar foi justamente se concentrar no roteiro e, depois, concentrar-se apenas na atuação. Embora a história ainda seja um mistério, Kroll sugeriu que o novo filme deve trazer como vilão principal o Exterminador, um mercenário assassino que deve ser interpretado por Joe Manganiello, com participação de outros inimigos da extensa galeria do Homem-Morcego, como o Coringa (defendido mais uma vez por Jared Leto, que fez o Palhaço do Crime em Esquadrão Suicida), em uma trama ambientada em grande parte no Asilo Arkham.

Com Matt Reeves entregando seu Planeta dos Macacos: A Guerra em julho, a agenda fica livre para dar início às filmagens de The Batman, que podem ser iniciadas ainda em 2017. Este ano, a Warner/DC coloca dois filmes do seu universo no cinema, Mulher-Maravilha (com direção de Patty Jenkins) e Liga da Justiça (que espera por um milagre para não ser destruído por Zack Snyder). Os filmes seguem a construção do universo, iniciada em 2013 com O Homem de Aço e continuada ano passado por Batman vs Superman: A Origem da Justiça (ambos de Snyder) e Esquadrão Suicida (de David Ayer). Apesar do massacre da crítica e do péssimo gerenciamento do estúdio, os filmes faturaram uma fortuna. Ao que parece – e ainda bem – dinheiro não parece ser a única variável na equacão, já que os executivos da Warner continuam buscando o equilíbrio entre o lucro e a satisfação dos fãs, o que vai garantir a longevidade da empreitada. Com Matt Reeves na direção de The Batman, eles tomaram a primeira decisão a ser aplaudida.

Sobre o autor

Roberto Sadovski é jornalista e crítico de cinema. Por mais de uma década, comandou a revista sobre cinema "SET". Colaborou com a revista inglesa "Empire", além das nacionais "Playboy", "GQ", "Monet", "VIP", "BillBoard", "Lola" e "Contigo". Também dirigiu a redação da revista "Sexy" e escreveu o eBook "Cem Filmes Para Ver e Rever... Sempre".

Sobre o blog

Cinema, entretenimento, cultura pop e bom humor dão o tom deste blog, que traz lançamentos, entrevistas e notícias sob um ponto de vista muito particular.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Topo