Blog do Sadovski

Até que enfim: Novo trailer de Liga da Justiça injeta humor em um mundo de ação super estilizada

Roberto Sadovski

25/03/2017 16h36

Ao que parece, os realizadores de Liga da Justiça finalmente aprenderam a lição. Em um universo habitado por super-heróis de roupas coloridas, insistir em personagens “sombrios” era uma bobagem infinita. Se Batman vs Superman trazia um artificialismo risível com seu tom soturno, o diretor Zack Snyder mostra que não é pecado rir de tudo isso. Não se engane: a ação na aventura que une os heróis icônicos da DC ainda é absurdamente estilizada – mais até que nos filmes com o selo da editora que chegaram ao cinema até o momento. Mas ela é costurada com leveza, sem uma mão pesada que insistia num “realismo” capenga. Se Liga da Justiça terminar sendo duas horas (e meia, conhecendo Snyder) do Batman zoando e sendo zoado por seus colegas de equipe, já será motivo para aplaudir.

Até porque, como o filme só estreia em novembro, não há muito que o estúdio queira mostrar agora a não ser a evidência de que estão ouvindo o público. O novo trailer não informa muito sobre a trama do filme, e sequer se dá o trabalho de revelar seu vilão. O que sabemos é que o “inimigo”, sugerido ao final de Batman vs Superman, é o gatilho para o Homem-Morcego reunir seu time. O trailer é didático em sua apresentação. Jason Momoa, que surge como Arthur Curry, o Aquaman, parece estar se divertindo como nunca, e deixa claro que o Monarca do Oceano será o Thor do filme: a mesma aura de realeza, o mesmo desdém com os humanos “inferiores”, o mesmo espírito de “eu faço o que eu quero”. Sobre o Cyborg, personagem de Ray Fisher, continua sendo um gigantesco ponto de interrogação – sabemos que seu CGI ainda parece feito para um PlayStation e que ele “empresta” a iconografia do Homem de Ferro ao ganhar os céus, e só. Barry Allen (Ezra Miller), o Flash, mostra seus poderes em ação, e a Mulher-Maravilha (Gal Gadot) continua garantindo poses icônicas.

Só falta o Superman para a gangue ficar completa

A grande ausência ainda é o Superman (Henry Cavill), que estava literalmente a sete palmos quando subiram os créditos de Batman vs Superman. É compreensível que a Warner/DC esteja guardando sua revelação em Liga da Justiça para mais perto do lançamento do filme. Mas isso também deixa o trailer levemente esquizofrênico: não sabemos se a ação mostrada até agora ocorre em torno de seu retorno, ou se ele só vai aparecer no clímax, quando o vilão Lobo da Estepe (Cieran Hinds) e os parademônios de Apokolyps (o filme precisa de uma ameaça volumosa como os chitauri de Os Vingadores) abrirem espaço para a chegada de Darkseid – o big boss do Mal, que pode ou não surgir nesta aventura. É muita informação sobre muitos personagens para um único filme, lembrando que Liga da Justiça não teve o luxo dos filmes da Marvel, que prepararam terreno e apresentaram a turma antes de juntar a todos num único produto.

Ainda assim, é um passo na direção certa. Apesar do esquema de cores destinado a arrancar toda a alegria da vida (um dia Zack Snyder aprende), Liga da Justiça promete ser uma aventura divertida, em que seus personagens interagem com mais leveza e menos pompa. É um mundo de super-heróis combatendo uma ameaça alienígena, é um mundo em que deuses e monstros convivem com meta humanos de habilidades fantásticas – nada poderia ser mais distante de algo realista ou sombrio. E é o melhor caminho para conduzir uma aventura assim. O melhor momento? Quando Barry Allen pergunta a Bruce Wayne, já sabendo que ele é o Batman, qual seu superpoder. “Eu sou rico”, entrega Ben Affleck, sem o menor resquício de ironia. Dedos cruzados…

Sobre o autor

Roberto Sadovski é jornalista e crítico de cinema. Por mais de uma década, comandou a revista sobre cinema "SET". Colaborou com a revista inglesa "Empire", além das nacionais "Playboy", "GQ", "Monet", "VIP", "BillBoard", "Lola" e "Contigo". Também dirigiu a redação da revista "Sexy" e escreveu o eBook "Cem Filmes Para Ver e Rever... Sempre".

Sobre o blog

Cinema, entretenimento, cultura pop e bom humor dão o tom deste blog, que traz lançamentos, entrevistas e notícias sob um ponto de vista muito particular.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Topo