Blog do Sadovski

Não suporta Carnaval? Essa seleção de filmes e séries vai salvar sua folia!

Roberto Sadovski

09/02/2018 04h01

O Carnaval está começando, e o país prepara seu iskindô para os dias de folia. Ou melhor, a folia já começou há algumas semanas, com blocos tomando as principais cidades do Brasil. Tudo uma maravilha! Eu adoro Carnaval, até porque a) sabendo fugir dos bloquinhos, a cidade fica uma brisa; e b) é um feriadão esperto para colocar alguns filmes e séries em dia. Bom pra ir ao cinema, já que as filas ficam suaves. Bom pra maratonar aquela série que não sai da lista de favoritos há semanas. E melhor ainda pra rever coisas bacanas que estão lá na estante e, com o reinado de Momo dominando as ruas, pode ser o melhor momento para dedicar duas ou trinta horinhas colado na TV. Eu dei uma geral não só em novidades, mas também no baú, para te dar uma força e ajudar a passar as plumas e paetês do Carnaval sem maiores traumas. Então vamos lá.

PRA SAIR DE CASA…

O Destino de Uma Nação

O Oscar tá virando a esquina, e pode ser o melhor momento para se atualizar com as coisas boas que estão em cartaz. A Forma da Água, provável grande vencedor da festa, estreou com barulho e continua atraindo fãs do bom cinema – e não sem motivo, já que é uma fábula excepcional! Se a sua pegada é mais nervosa, arrisque The Post, em que Steven Spielberg conduz Meryl Streep e Tom Hanks durante uma das crises mais agudas enfrentadas pelo jornalismo americano no começo dos anos 70. É empolgante como um filme de ação, e ressoa forte no mundo contemporâneo. Política também dá o tom de O Destino de Uma Nação, que mostra os primeiros dias de Winston Churchill como primeiro ministro da Inglaterra durante a Segunda Guerra Mundial. A crise que ele enfrenta é espelhada em Dunkirk, filmaço de Christopher Nolan que voltou aos cinemas – vale a sessão dupla! E não deixe de ver Me Chame Pelo Seu Nome, que vai derreter seu coração não-carnavalesco.

Três Anúncios Para Um Crime

Já que papo é Oscar, alguns cinemas estão promovendo pré-estreias de outros filmes da festa que serão lançados oficialmente dia 15, quando o brasileiro estará curtindo a ressaca da folia (menos em Salvador que, pelo que eu sei, celebra o Carnaval até abril). Três Anúncios Para um Crime, exibido por aqui na Mostra Internacional de Cinema, é uma paulada, um filme fortíssimo sobre a dificuldade extrema que algumas pessoas tem em abrir mão de sua dor. Frances McDormand é uma fortaleza, apoiada por interpretações igualmente poderosas de Sam Rockwell e Woody Harrelson. Se seu espírito busca levezza, a pedida é Lady Bird: A Hora de Voar, em que a roteirista e diretora Greta Gerwig coloca mãe e filha (Saoirse Ronan e Laurie Metcalf) em rota de colisão quando a adolescente busca a vida que não consegue em sua cidadezinha na Califórnia. Já Eu, Tonya dramatiza a vida da patinadora olímpica Tonya Harding, que virou notícia em 1994, quando seu marido encomendou que arrebentassem os joelhos de sua concorrente, Nancy Kerrigan. O filme equilibra drama e humor e tem Margot Robbie mostrando que não está no jogo para brincar.

Paddington 2

Mas, falando sério, Carnaval é mesmo um programa pra criançada: NINGUÉM se diverte mais do que as pessoinhas com menos de 12 anos. Cinema vira um programão, e dá pra encarar numa boa Viva! A Vida É Uma Festa, mais uma pérola da Pixar que traz muita luz e muita cor para falar sobre… bem… sobre morte! Mas, acredite, é um filme lindo, melancólico e vai causar um chororô saudável. Se a ideia é rir, Jumanji: Bem Vindo à Selva é uma aventura fantástica, diversão pra toda a família, acelerado e redondinho. Não vai mudar sua vida, mas é entretenimento de primeiríssima! O mesmo pode ser dito de Paddington 2, a segunda (duh) aventura do ursinho inglês que é um poço de fofura!

Ah, ao menos em São Paulo um cinema solitário ainda exibe a versão dublada de Liga da Justiça. É por sua conta e risco….

PRA FICAR EM CASA…

Em streaming você acha muita coisa excepcional, mas muita coisa mesmo! Só esperando aquela maratona salvadora. Breaking Bad. Mad Men. Agent Carter. Até Star Trek, a série clássica e a Nova Geração – vale lembrar que Discovery, novíssima encarnação da série, é excepcional e também está disponível em streaming. Todos a um controle remoto de distância. Mas nada melhor que aproveitar o Carnaval para descobrir algo que ainda não tenha batido em seu radar. Por que não?

The Good Place

Kristen Bell está morta. Ela acorda no além vida em um lugar idílico, desenhado como recompensa por sua vida de boas ações. Mas Bell percebe que não é essa pessoa, e que foi colocada no “paraíso” por engano, mas que talvez essa seja a chance de ela se tornar uma pessoa melhor. Ou será que é isso mesmo? The Good Place foi descrita como “ficção filosófica” e leva de fato a uma certa reflexão: a gente reflete como uma série pode ser tão genial, tão engraçada e – acredite – tão surpreendente!

Black Mirror

Os seis episódios da nova temporada de Black Mirror chegaram com os fãs salivando de ansiedade… mas a recepção, ao menos pelas interwebs, foi morna. Não se engane! Apesar de não trazer a mesma genialidade que fez dessa ficção científica cabeçuda uma das melhores séries do novo milênio, seu retorno ainda está ano luz acima da média do que a televisão oferece no gênero. Os episódios “U.S.S. Callister”, que extrapola as fantasias de fãs abusivos de cultura pop; “Hang the DJ”, uma alegoria sobre os aplicativos de relacionamentos; e o incômodo “Black Museum”, foram os destaques. E sempre existe a opção de rever as três temporadas anteriores.

This Is Us

Poucas séries tem tanto impacto como este drama criado por Dan Fogelman. A trama gira em torna da família Pearson – os pais, Jack e Rebecca (Milo Ventimiglia e Mandy Moore) e seus filhos, os irmãos Kate (Chrissy Metz) e Kevin (Justin Hartley), que são gêmeos, e Randall (Sterling K. Brown), adotado na maternidade quando os irmãos nasceram. A série alterna a trama contemporânea com flashbacks, dando um panorama complexo e emocionante da dinâmica familiar – principalmente em Randall, o mais bem sucedido, que procura mesmo adulto uma referência de suas origens e sua raça: ele é afro-americano e busca entender seu lugar no mundo. Fogelman criou um drama sofisticado e hipnotizante, perfeito para combater os efeitos de Momo.

Black Lightning

Enquanto no cinema é aquela vergonha, a DC na televisão é suprema! Black Lightning, série baseada num herói lado B da editora, estreou como um dos programas obrigatórios do ano! Até porque não se trata de uma origem, de um herói aprendendo a lidar com suas habilidades (não que isso seja problema, vide The Flash ou Supergirl), e sim de um combatente do crime que abandonou poderes e uniforme nove anos atrás, mas é obrigado a retomar a luta com a crescente violência em sua cidade – como se o gibi The Dark Knight Returns, com um Batman velhusco e casca-grossa, fosse adaptado com fôlego. Sem falar que Black Lighting não foge do comentário social e nem de espelhar problemas bem reais!

“Brinque com segurança”, diz Aragorn em O Retorno do Rei

E é isso! Bom Carnaval para todos, nas ruas, no cinema ou em casa! Ah, a minha folia será um retorno à Terra Média. Ainda hoje começo a rever toda a saga criada por J.R.R. Tolkien, traduzida para o cinema por Peter Jackson. Na ordem, primeiro O Hobbit (Uma Jornada Inesperada, A Desolação de Smaug e A Batalha dos Cinco Exércitos), depois O Senhor dos Anéis (A Sociedade do Anel, As Duas Torres e O Retorno do Rei). Todos em sua versão estendida, somando quase vinte e duas horas de épico. Hmmm, acho melhor começar agora…

Sobre o autor

Roberto Sadovski é jornalista e crítico de cinema. Por mais de uma década, comandou a revista sobre cinema "SET". Colaborou com a revista inglesa "Empire", além das nacionais "Playboy", "GQ", "Monet", "VIP", "BillBoard", "Lola" e "Contigo". Também dirigiu a redação da revista "Sexy" e escreveu o eBook "Cem Filmes Para Ver e Rever... Sempre".

Sobre o blog

Cinema, entretenimento, cultura pop e bom humor dão o tom deste blog, que traz lançamentos, entrevistas e notícias sob um ponto de vista muito particular.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Roberto Sadovski
Topo