Topo
Blog do Sadovski

Blog do Sadovski

Sem origem? Novos aliens? Descubra a pegada de Capitã Marvel em 10 imagens

Roberto Sadovski

06/09/2018 00h18

Capitã Marvel, próximo filme que a Marvel (duh…) leva aos cinemas, estava em hibernação total. Faltando seis meses para a estreia (em março do ano que vem), o estúdio mantinha uma aura de mistério, potencializada com as fotos que vazaram do set alguns meses atrás, até a cena pós-créditos em Vingadores: Guerra Infinita, em que Nick Fury (spoiler alert!!!!!), desaparecendo depois do estalar de dedos fatídico do titã Thanos, envia uma mensagem para a heroína cósmica. Afinal, qual seria a pegada de Capitã Marvel? Eis que sua protagonista, Brie Larson, provocou a internet com um tuíte esperto, e a Entertainment Weekly liberou as primeiras imagens oficiais da aventura. Dei uma espiada no material para tentar descobrir, afinal, o que acontece no mundo da primeira heroína a encabeçar um filme do estúdio… e terminei com algumas respostas, e uma tonelada de outras dúvidas. Vem comigo!

TROPAS ESTELARES

Era fácil imaginar que Capitã Marvel fosse um "filme de origem", já que é a primeira vez que a heroína dá as caras no Universo Cinematográfico Marvel. Mas essa é a primeira surpresa: Carol Danvers (Brie Larson) já começa o filme com seus poderes e longe da Terra, como parte da tropa de elite da raça kree, a Starforce. Pense no Batman, de Tim Burton, que sugere sua origem em um flashback e voilá, temos uma "nova" fórmula para um primeiro filme. A base de Danvers é o planeta Hala, e ela usa, assim como seus companheiros, um traje verde e preto. Nos quadrinhos, o uniforme dos soldados kree nos anos 60 era verde e branco, não por acaso semelhante à roupa mostrada aqui. A segunda surpresa é a presença de Korath (Djimon Hounsou) entre os mocinhos – para quem tem a lembrança apurada, é o personagem que encontra Peter Quill (Chris Pratt) logo na primeira cena de Guardiões da Galáxia. Em algum ponto de Capitã Marvel (que é ambientado nos anos 90), o mercenário ciborgue deve seguir caminho próprio ao lado de Ronan (Lee Pace), dissidente kree que também aparece na aventura de James Gunn (e no canto esquerdo dessa imagem).

APRENDENDO A LIÇÃO

Marvel Studios' CAPTAIN MARVEL L to R: Leader of Starforce (Jude Law) and Carol Danvers/Captain Marvel (Brie Larson)

Brie Larson surge aqui ao lado de Jude Law, que interpreta seu líder e mentor na Starforce, o guerreiro kree Mar-Vell. Nos quadrinhos, ele é um espião de sua raça infiltrado na Terra, mas aqui o personagem de Law parece o Tom Skerritt para o Tom Cruise de Brie. A comparação com Top Gun não vem ao acaso: Carol Danvers, ex-oficial da Força Aérea Americana, pode fazer parte de um grupo militar alienígena, mas ela é impulsiva, destemperada e não muito boa em seguir ordens. Em algum ponto de Capitã Marvel ela precisa voltar à Terra não só para combater uma ameaça alienígena, mas também para buscar o equilíbrio entre seu lado humano, mergulhado em emoções, e a parte kree em seu DNA, mais agressiva e perfeccionista. Essa divisão entre dois mundos é sua maior falha – e é também o que a faz mais complexa e mais humana.

MOTHERF@$%ER

Marvel Studios' CAPTAIN MARVEL Nick Fury (Samuel L. Jackson)

Samuel L. Jackson volta à Marvel pela nona (!) vez para emprestar seu carisma ao coronel Nick Fury, diretor da S.H.I.E.L.D.. Claro que, como Capitã Marvel é ambientado nos anos 90, Fury não está nem perto de ser diretor da organização, contribuindo como um burocrata que sequer tem permissão para saber dos segredos mais profundos mantidos ocultos do mundo. Outro agente, Phil Coulson (Clark Gregg), também aparece no filme, e os atores passaram por um processo de rejuvenescimento digital – na foto acima, Jackson parece que foi trabalhar direto do set de Duro de Matar: A Vingança ou de Despertar de Um Pesadelo. Sem falar que ele ainda possui seus dois olhos… mas algo me diz que Fury não chega ao fim de Capitã Marvel antes de aprender algumas lições duras de como ele faz parte de um universo maior, mas não sabe disso ainda.

VIAGEM NO TEMPO

Marvel Studios' CAPTAIN MARVEL Carol Danvers/Captain Marvel (Brie Larson)

Nada grita mais "ANOS 90" do que uma camiseta do Nine Inch Nails (corra agora para ouvir "Wish" e "Closer"), e Carol combina o visual com um boné da S.H.I.E.L.D., o que escancara sua relação com a agência ao voltar para a Terra. Esse hiato de quase duas décadas entre seu retorno e a transformação de Tony Stark no Homem de Ferro (que aconteceu em 2008) nos faz imaginar que a ação em Capitã Marvel não deve ser em grande escala na Terra, provavelmente de conhecimento unicamente dos agentes da S.H.I.E.L.D.. Outro mistério que provavelmente a gente só vai solucionar em março do ano que vem, quando o filme estrear: onde estava Carol Danvers durante a Batalha de Nova York em Os Vingadores, ou na época do ataque de Ultron, ou ainda quando os heróis da Terra se engalfinharam durante Guerra Civil? Seu retorno, sugerido pela mensagem enigmática enviada por um Nick Fury prester a virar pó em Guerra Infinita, deve marcar o terceiro ato de sua aventura-solo, e a conexão com o quarto Vingadores, que chega aos cinemas dois meses depois.

VISITANTES INDESEJADOS

Marvel Studios' CAPTAIN MARVEL Left: Talos (Ben Mendelsohn)

A Marvel já apresentou uma gama consideráveis de alienígenas em uma década de seu universo. Primeiro foram os chitauri, a força de ataque comandada por Loki em Os Vingadores. Na série de TV Agentes da S.H.I.E.L.D., os kree são parte importante da narrativa. A chegada de Guardiões da Galáxia escancarou as portas do cosmos, dos xandarianos em diante, um universo que ficou ainda mais colorido depois de Thor: Ragnarok. Ainda assim, Capitã Marvel apresenta aqueles que podem ser os inimigos mais implacáveis da humanidade. Os skrulls, além de ser uma raça bélica, também são capazes de mudar de forma e caminhar entre nós sem ser notados. A maquiagem pode parecer restritiva, mas quem está à esquerda da imagem acima é Ben Mendelsohn (Rogue One), que assume o papel do líder dos invasores, Talos. Claro que ele não vai cobrir o rosto o tempo todo…

COMANDANDO O SHOW

Marvel Studios' CAPTAIN MARVEL L to R: Director Ryan Fleck, Ben Mendelsohn, and Director Anna Boden on set

… já que ele infiltra as fileiras da S.H.I.E.L.D. como um de seus oficiais. Ao lado do ator estão os diretores de Capitã Marvel, Ryan Fleck e Anna Boden (eles fizeram juntos o drama Half Nelson – Encurralados, de 2006). Assim como James Gunn, Joe e Anthony Russo, Jon Watts e Taika Waititi, a dupla mostra a habilidade do presidente da Marvel, Kevin Feige, em escolher cineastas não com um background de sucessos, e sim artistas com a visão certa para contar uma história. Que é necessária como engrenagem do Universo Cinematográfico Marvel, mas que não precisa perder seu faro autoral no processo. Ainda é cedo para apostar no dedo verde de Feige outra vez, mas seu histórico nos deixa confiantes com o equilíbrio de ação e humor característicos do MCU, com o desenvolvimento de uma personagem complexa como Carol Danvers.

VELHO CONHECIDO

Mencionei Ronan lá no alto, e aqui ele aparece de maneira mais clara – e ligeiramente diferente do maníaco homicida que empunhou a Jóia do Poder em Guardiões da Galáxia. Talvez porque o personagem (defendido por Lee Pace), embora mantenha as idéias radicais e segregacionistas que o definirão no futuro, ainda é retratado aqui como um membro da elite da sociedade kree. A seu lado, Jude Law veste bem o traje dos soldados da Starforce como Mar-Vell. Nos quadrinhos, o herói é rejeitado pelos kree após aliar-se aos humanos, trava diversos combates ao lado dos Vingadores, une-se a uma entidade estelar que lhe confere uma "consciência cósmica", enfrenta Thanos (em mais de uma ocasião) e termina por sucumbir ao câncer, na história que marcou a primeira graphic novel publicada pela Marvel. É quase certo que o destino de Mar-Vell em Capitã Marvel será outro.

ÁS INDOMÁVEL

Marvel Studios' CAPTAIN MARVEL Carol Danvers/Captain Marvel (Brie Larson)

Antes de sua vida como parte da Starforce – provavelmente antes de ter seu DNA humano fundido com o kree, o que lhe dá seus poderes -, Carol Danvers é uma oficial da Força Aérea Americana. Para se preparar para um papel tão físico, Brie Larson treinou por nove meses judô, boxe e luta livre – tudo ao som de bandas femininas (e feministas) dos anos 90 como Bikini Kill e L7. Curiosamente, Capitã Marvel surge como o primeiro filme do MCU encabeçado por uma mulher, ao mesmo tempo em que sua protagonista emprestou sua voz em diversas ocasiões ao movimento #MeToo, lutando pela igualdade de direitos e jogando luz em casos de assédio e agressão em Hollywood. Tudo isso somado ao fato de ela ter a chance de voar num caça F-16, para sentir a pressão e a intensidade experimentada constantemente por sua personagem.

OUTRA CAPITÃ?

Marvel Studios' CAPTAIN MARVEL Maria Rambeau (Lashana Lynch)

Mais uma piscadela esperta para os fãs de quadrinhos. Essa é a primeira imagem de Lashana Lynch como Maria Rambeau, companheira de voo de Carol na Força Aérea. O nome traz uma semelhança nada casual com Monica Rambeau, que nos quadrinhos assumiu a identidade de Capitã Marvel (na época Danvers oscilava entre Ms. Marvel e Binária) e fez parte dos Vingadores, chegando a liderar a equipe. Mais tarde ela adotou o nome Fóton e continua a figurar como coadjuvante em diversos quadrinhos da Marvel. Nada sutilmente, "Fóton" parece ser o "nome de guerra" de Maria em Capitã Marvel. Um sinal do que está por vir ou uma referência para deixar os fãs felizes?

PRONTA PARA O COMBATE

Marvel Studios' CAPTAIN MARVEL Carol Danvers/Captain Marvel (Brie Larson)

Finalmente, Carol Danvers usa seu traje de combate que honra sua herança kree, mas também traz sua personalidade. Deve ser o uniforme que a heroína passa a usar no clímax da aventura – e com certeza é a roupa que veremos nos quarto Vingadores, quando ela se une aos heróis mais poderosos da Terra para tentar reverter as ações genocidas de Thanos. Como parte de sua preparação para viver a personagem Brie Larson mergulhou em gibis da Capitã Marvel, em especial as séries mais recentes escritas por Kelly Sue DeConnick, quando Carol abre mão de suas identidades anteriores (pode jogar Warbird na mistura) e adota o uniforme que honra seu mentor, Mar-Vell. O mesmo traje que ela defende, de todas as formas, como a Capitã Marvel do cinema. O próximo passo? O trailer, que não deve estar longe!

 

Sobre o autor

Roberto Sadovski é jornalista e crítico de cinema. Por mais de uma década, comandou a revista sobre cinema "SET". Colaborou com a revista inglesa "Empire", além das nacionais "Playboy", "GQ", "Monet", "VIP", "BillBoard", "Lola" e "Contigo". Também dirigiu a redação da revista "Sexy" e escreveu o eBook "Cem Filmes Para Ver e Rever... Sempre".

Sobre o blog

Cinema, entretenimento, cultura pop e bom humor dão o tom deste blog, que traz lançamentos, entrevistas e notícias sob um ponto de vista muito particular.