Topo
Blog do Sadovski

Blog do Sadovski

Ainda não sabe quem é a Capitã Marvel? Pelo novo trailer, ela também não...

Roberto Sadovski

04/12/2018 06h52

O novo trailer de Capitã Marvel joga por terra as teorias de que "os filmes do estúdio são todos iguais". A aventura com Brie Larson traz um clima de mistério de ficção científica, embalado por batalhas espaciais que trazem um filme de origem desenhado para surpreender fãs e neófitos. O motivo é simples: a personagem, parte da tapeçaria dos quadrinhos Marvel desde o fim dos anos 60, não é nem de longe um nome conhecido fora dos entusiastas dos gibis. Como Guardiões da Galáxia, sua tradução para o cinema chega como uma folha em branco, em que as HQs são apenas um guia de referências distante, sem o gesso que acompanha heróis como Homem de Ferro ou Capitão América.

O primeiro teaser, lançado em setembro, já sugeria o tom de ficção científica. Já esse novo preview concentra-se em apresentar a protagonista ao público de forma inteligente: Carol Danvers não tem lembranças de seu passado na Terra (nem de seu nome terráqueo), sendo "reconstruída" como uma guerreira da raça bélica Kree após um acidente a deixar à beira da morte. Sua jornada de autoconhecimento terá o público como parceiro, e suas descobertas serão compartilhadas à medida em que o roteiro avança. De certa forma, Nick Fury (Samuel L. Jackson, que perturba sempre que surge bem mais jovem em cena) é nosso avatar, fazendo as perguntas que queimam nossa mente do lado de cá.

Capitã Marvel brinca de pinball espacial com invasores alienígenas

Sob esse prisma, Capitã Marvel foge do escopo épico de boa parte dos filmes do Universo Cinematográfico Marvel, sugerindo uma jornada quase intimista de origens e revelações. Justamente por isso, a ação surge como a cereja no topo do bolo, com perseguições automobilísticas, invasões alienígenas e batalhas espaciais que bebem da fonte tanto de filmes contemporâneos de sua ambientação nos anos 90, como Máquina Mortífera e Top Gun, como da ficção científica vista em Independence Day ou Starman. É uma mistura singular que esconde uma certa estranheza em ver Brie Larson, oscarizada por seu papel em O Quarto de Jack, assumindo o papel do ser mais poderoso do MCU. A sensação de ela não pertencer àquele lugar é justamente o efeito desejado pelos diretores Anna Boden e Ryan Fleck.

O trailer, por sinal, propositalmente deixa de lado seu elenco de coadjuvantes. Tirando Jackson, um sidekick inusitado na jornada da heroína, continuamos sabendo muito pouco/quase nada sobre os personagens de Ben Mendelsohn (o invasor Talon, da raça de transmorfos Skrull), de Annette Bening, ou de Jude Law (até dois segundos atrás o chute era que seu personagem chamava-se Mar-Vell, o mentor de Carol… mas a revelação da imagem de um brinquedo sugere que ele pode ser Yon-Rogg, nêmesis da heroína). Coisas da internet. Outros fragmentos percebidos no trailer indicam que Carol envelhece lentamente (o que convenientemente pode explicar sua presença ainda jovem no próximo Vingadores), que os Kree se apresentam como mocinhos espaciais (Ronan, personagem de Lee Pace aqui e em Guardiões da Galáxia, aponta o oposto), e que ela vai dar trabalho a Thanos um mês depois de ser apresentada ao mundo: "Não estou aqui para lutar em sua guerra… Estou aqui para por um fim a ela".

Sobre o autor

Roberto Sadovski é jornalista e crítico de cinema. Por mais de uma década, comandou a revista sobre cinema "SET". Colaborou com a revista inglesa "Empire", além das nacionais "Playboy", "GQ", "Monet", "VIP", "BillBoard", "Lola" e "Contigo". Também dirigiu a redação da revista "Sexy" e escreveu o eBook "Cem Filmes Para Ver e Rever... Sempre".

Sobre o blog

Cinema, entretenimento, cultura pop e bom humor dão o tom deste blog, que traz lançamentos, entrevistas e notícias sob um ponto de vista muito particular.